Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \25\UTC 2008

Eu tenho uma mania de fim de ano: fazer aquelas listinhas de tarefas e desejos a cumprir no ano que se inicia. Aconselho a todo mundo fazer uma dessas porque, quando colocamos por escrito, parece que “oficializamos” aquilo que sempre queremos fazer, mas nunca damos o primeiro passo. Fica só no “ah, eu queria tanto tal coisa…” mas a coisa nunca se concretiza.

Em 2009 eu quero…

Eu sempre bato na tecla de que é possível realizar sonhos que parecem impossíveis mesmo se ganhamos – e temos – pouco dinheiro. Mas essas coisas exigem muito suor, ou seja, muita disciplina para guardar o dinheiro necessário.

Então, tome decisões nesse fim de ano. Decida que em 2009 você será mais disciplinado com seu dinheiro. Vai quebrar o cartão de crédito e parar de gastar com coisas supérfluas (roupa, balada, etc) até sair do vermelho. E vai reservar uma graninha todo mês para fazer aquela viagem nas férias. Ou para fazer alguma outra coisa muito legal e cara.

É super possível. Feliz 2009!!!

Read Full Post »

A crise em pinga

Hoje é sexta-feira (graças a Deus!) e nada mais justo que um post engraçadinho pra fechar a semana.

O texto abaixo tá circulando ‘a rodo’ pela internet. O autor é desconhecido, pelo menos pra mim. Se vc conhecer, me avise 🙂

A crise explicada em pinga. Assim fica facinho de entender:

É assim ó:

O seu Biu tem um bar, na Vila Carrapato, e vinha tendo um
fornecimento alto de cachaça que vinha do alambique, porque desse
jeito ele pagava menos por litro de pinga.

Só que se ele compra mais pinga do que os bêbados bebem e acaba com muita pinga estocada.

Pra evitar que a pinga fique parada, ele precisa aumentar o giro dessa pinga.
Pra aumentar o giro, ele tem que facilitar o consumo.

Então ele decide que vai vender cachaça ‘na caderneta’ aos seus leais fregueses, todos bêbados, quase todos desempregados. (mais…)

Read Full Post »

Conhece alguém que tinha poupança em janeiro de 1989? Se sim, essa pessoa tem dinheiro para receber. MAS É PRECISO CORRER!

É o seguinte: Na época, entrou em vigor um plano econômico do governo Sarney chamado Plano Verão. Ele mudou as regras da poupança e fez com que ela tivesse um índice de rendimento menor. O dinheiro das pessoas rendeu 16,64% menos do que deveria render (muita coisa!).

Agora, quem levou prejuízo na época (em cruzeiros) vai poder receber uma parte do dinheiro de volta (corrigida em reais, ufa!).

Só que os interessados precisam correr. Na segunda-feira (22/12), a Justiça entra de férias (regime de plantão com apenas metade da equipe trabalhando). Logo, é bom entrar com o pedido antes disso. (Até sexta-feira, 19/12, de preferência.

Como entrar na Justiça?

Calma, o negócio não é tão complicado. A maioria nem precisará de advogado. Você só deve ir até uma unidade do Juizado Especial Federal mais perto. (consulte a lista de endereços clicando aqui) (mais…)

Read Full Post »

Eu não ia postar sobre esse assunto porque hoje já é dia 16/12, falta pouquíssimo para o Natal e muita gente já recebeu a primeira parte do 13º lá em novembro. Mas depois eu pensei: meu, as lojas ficam lotadas até o dia 24… então, a galera ainda vai torrar o din din extra de fim de ano. Não custa nada dar uns toques. Afinal, a segunda parcela tá vindo aí…

O dinheiro extra do 13º é quase uma ilusão pra muita gente. O comércio se aproveita do tema natalino para convencer que vc precisa COMPRAR. Ano-novo, guarda-roupa novo, presentes… ai ai… E nessa onda de salário extra é que muita gente entra janeiro com as contas no vermelho.

Se você trabalha com carteira assinada e recebe 13º, sinta-se um privilegiado 🙂 Então, aproveite pra fazer esse dinheiro render!!!

Para usar o 13º da melhor forma possível:

Você tem dívidas? Cartão de crédito estourado, entrou no limite da conta do banco? Vários crediários acumulados? Não existe atitude mais positiva nesse mundo que quitar todas as dívidas e entrar no ano-novo sem dever pra ninguém. (mais…)

Read Full Post »

Para completar o último post, no qual falei um pouco sobre a crise do crédito e compras parceladas, seguem algumas dicas sobre cartões de lojas (que também servem para cartão de crédito) e sobre parcelamento de compras:

1. Nunca pague o valor mínimo da fatura!!! É tentador ver que sua fatura é de R$ 80 e vc pode pagar apenas R$ 8 sem ir para o SPC. Não caia na armadilha. Lembre que no próximo mês virão os R$ 80 + os R$ 72 que você deixou de pagar + o juros ABSURDOS que são acrescidos sempre que você paga o mínimo.

2. Só faça compras parceladas – ou melhor, só aceite fazer seu cartão C&A, cartão Marisa, cartão Pernambucanas, cartão Drogaria SP, cartão wruvs…- em lojas que você sabe que não tem possibilidade de negociar um desconto em caso de compra à vista. (mais…)

Read Full Post »

Não sou muito consumista, mas gosto sempre de comprar as roupas que estão “na modinha” da estação. Isso não é pecado, né? 🙂

Apesar de desaconselhar compras a prazo, sou acostumada a sempre comprar na C&A, onde as roupas não são absurdamente caras (só um pouquinho), e sempre divido em 5 vezes no cartão.

Por que 5 vezes? Porque a partir de 6 tem juros. (Cuidado, eles sempre oferecem “Quer dividir em 8 vezes fixas?” Não aceite. São fixas, mas têm juros de quase 8%. Ou seja, juros absurdos).

Nessa loja, não dá pra aplicar o ‘truque’ da compra à vista (leia abaixo), porque lá não dá para negociar desconto. Por isso eu vou comprando sempre, com o cuidado de não deixar o valor da fatura alcançar um nível muito significante. (Na boa, nunca deixo minha fatura passar de R$ 30).

Um belo e feliz dia, comprei uma calça e um top para usar na academia – eu estava realmente precisando muito – e fui pagar em 5 vezes. A mocinha me surpreendeu ao dizer que NÃO EXISTIA MAIS PARCELAMENTO EM CINCO VEZES (mais…)

Read Full Post »

Um dos principais fatores que faz a economia crescer é o crédito. Como assim? A oportunidade de comprar uma casa, um carro ou qualquer outra coisa depende, na maioria das vezes, da chance de parcelar, financiar o valor deste bem.

Só que quando financiamos alguma coisa, alguém paga por ele antes. Por exemplo, quando financiamos um imóvel pela Caixa Econômica Federal, a própria Caixa paga aquele valor ao dono do imóvel e depois nós pagamos para a Caixa. Isso significa que a Caixa oferece um crédito para você, acreditando que você irá pagar.

Outro exemplo: Quando as montadoras de automóveis começaram – pouco tempo atrás – a vender carros em 80 parcelas (quase sete anos, misericórdia!), é um sinal que a economia está indo bem. Afinal, se um milhão de brasileiros resolvessem comprar carro dessa forma ao mesmo tempo, haveria instituições financeiras com todo esse dinheiro para dar às montadoras, confiando que, como a economia andava estável, certamente o comprador iria pagar sua dívida junto à financeira.

E por que a crise dos EUA também é conhecida como “Crise do Crédito”?

Quando os “vendedores de imóveis” (leia o post “O que é essa crise financeira) estavam indo bem, vendendo muitos imóveis, outros investidores, de outras áreas do mercado, começaram a investir – ou seja, dar dinheiro – aos vendedores esperando ter retorno com o dinheiro que eles ainda iriam receber: o dinheiro das prestações dos compradores sub prime (aqueles que não conseguem comprovar renda e oferecem risco de não pagar). (mais…)

Read Full Post »