Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Caixa’

houseMuita gente vai achar esse texto maluquice. Outros, no entanto, poderão dizer “Faz sentido! Como nunca pensei nisso antes!”. A verdade é que o antigo conselho dos nossos pais, avós, parentes, amigos, enfim, o velho dito popular de que “pagar aluguel é jogar dinheiro fora” não é tão correto assim.

Basicamente, a ideia é: Se você aproveita o tempo em que está pagando aluguel para poupar dinheiro para comprar a casa própria, você está no caminho certo.

Geralmente, o preço de um aluguel é menor do que o da prestação de uma casa. E se você conseguir juntar dinheiro suficiente para pagar sua casa à vista, o tempo que você vai levar para fazer isso será menor do que se tivesse feito um financiamento em um milhão de vezes, como geralmente acontece.

A primeira vez que li sobre isso foi no livro “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”, que meu noivo me deu no ano passado. Depois, me deparei com a mesma dica no adorável blog da Cíntia Costa, o Planejando meu Casamento.

Com o pensamento de que pagar aluguel é uma péssima ideia, o que mais tenho visto de amigos e parentes é todo mundo financiando o apartamento pela Caixa em 15 ou 20 anos. A grande desvantagem desse financiamento é que ele é longo demais. Mesmo eles dizendo que as parcelas “vão diminuindo com o tempo”, na verdade, no fim das contas, você pagou quase duas vezes o valor que sua casa vale após os anos de parcelamento.

É só fazer uma simulação no site da Caixa.

E tem um pequeno agravante nesses financiamentos. (mais…)

Anúncios

Read Full Post »

house_cefQuero aproveitar o recente pacote de habitação do Governo Federal para falar um pouquinho sobre imóveis.

Em março, Lula anunciou a construção de um milhão de moradias para a população de baixa renda. Ele não deu um prazo exato de quando as casas estarão prontas – para ninguém ficar enxendo a paciência dele com cobranças 🙂

Sem deixar de ser uma propaganda do governo para as próximas eleições (2010), o programa “Minha Casa, Minha Vida” também é uma medida de socorro no combate à crise. Muitos empregos (cerca de um milhão e meio) serão gerados e muito dinheiro (R$ 60 bilhões) – por meio do crédito, empréstimos e financiamentos – vai circular no mercado, o que é sempre bom para a economia.

Os principais beneficiados com o programa são as famílias com renda entre 0 e 3 salários mínimos (até R$ 1.395). Elas vão pagar uma prestação mensal equivalente a 10% do salário, durante dez anos. Para se cadastrar, basta ir a uma agência da Caixa com os documentos listados na cartilha disponível aqui.

Para ser sincera, eu acho que o programa só é grandemente vantajoso para as famílias dessa faixa de renda.

As famílias com renda entre 3 e 10 salários mínimos (até R$ 4.650) não terão subsídio no valor do imóvel. Apenas contarão com descontos nos juros, custos de cartório e taxas que podem reduzir em até R$ 23 mil o valor final. A entrada é opcional e o pagamento pode ser em até 30 anos – 360 vezes. O titular também pode usar o FGTS como parte do pagamento. Basicamente, não muda muita coisa do programa de financiamento que a Caixa já tinha antes.

Por tudo o que eu já li em livros sobre finanças pessoais, o financiamento quase eterno – como o famoso da Caixa – não é forma mais econômica de adqurir sua casa.

Vou conversar sobre isso no próximo post, ok?

Se quiser saber mais sobre o Programa Minha Cassa, Minha Vida, visite a área Habitação do site da CEF e clique na imagem da casinha do lado esquerdo do site – ou vá pessoalmente a uma agência.

Read Full Post »