Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘governo’

piggy_bankPronto. O governo já apresentou a proposta de mudança da poupança que eu já havia comentado aqui no blog. É importante saber o que está em jogo, o que pode ou não mudar.

Para começo de conversa, vamos acabar com essa história de que “o governo está metendo a mão na nossa poupança igual o Collor fez”. Isso não tem nada a ver! Esse boato é o que a OPOSIÇÃO, ou seja, dos partidos contrários aos do lado do governo, querem que a gente acredite. (Sempre fique esperto com esses “joguinhos” políticos que só atrapalham o desenvolvimento do país).

O que o governo propôs foi: tributar as poupanças com mais de R$ 50 mil aplicados. Tributar? É, começar a cobrar impostos. Você lembra nos posts que falei que a poupança começou a ficar mais atrativa que o CDB? Um dos motivos era porque a poupança não cobrava imposto. Agora pode cobrar.

Sinceramente, não vejo, até aqui, um problema tão grande assim. Na boa, (mais…)

Anúncios

Read Full Post »

house_cefQuero aproveitar o recente pacote de habitação do Governo Federal para falar um pouquinho sobre imóveis.

Em março, Lula anunciou a construção de um milhão de moradias para a população de baixa renda. Ele não deu um prazo exato de quando as casas estarão prontas – para ninguém ficar enxendo a paciência dele com cobranças 🙂

Sem deixar de ser uma propaganda do governo para as próximas eleições (2010), o programa “Minha Casa, Minha Vida” também é uma medida de socorro no combate à crise. Muitos empregos (cerca de um milhão e meio) serão gerados e muito dinheiro (R$ 60 bilhões) – por meio do crédito, empréstimos e financiamentos – vai circular no mercado, o que é sempre bom para a economia.

Os principais beneficiados com o programa são as famílias com renda entre 0 e 3 salários mínimos (até R$ 1.395). Elas vão pagar uma prestação mensal equivalente a 10% do salário, durante dez anos. Para se cadastrar, basta ir a uma agência da Caixa com os documentos listados na cartilha disponível aqui.

Para ser sincera, eu acho que o programa só é grandemente vantajoso para as famílias dessa faixa de renda.

As famílias com renda entre 3 e 10 salários mínimos (até R$ 4.650) não terão subsídio no valor do imóvel. Apenas contarão com descontos nos juros, custos de cartório e taxas que podem reduzir em até R$ 23 mil o valor final. A entrada é opcional e o pagamento pode ser em até 30 anos – 360 vezes. O titular também pode usar o FGTS como parte do pagamento. Basicamente, não muda muita coisa do programa de financiamento que a Caixa já tinha antes.

Por tudo o que eu já li em livros sobre finanças pessoais, o financiamento quase eterno – como o famoso da Caixa – não é forma mais econômica de adqurir sua casa.

Vou conversar sobre isso no próximo post, ok?

Se quiser saber mais sobre o Programa Minha Cassa, Minha Vida, visite a área Habitação do site da CEF e clique na imagem da casinha do lado esquerdo do site – ou vá pessoalmente a uma agência.

Read Full Post »

news1Esse texto vou uma indicação do René, que trabalha aqui na mesma empresa que eu. Muitos de nossos almoços são acompanhados de conversas sobre finanças e a gente não cansa de tentar entender quem são os culpados pela crise financeira mundial… 😀

*A resposta mais próxima da verdade que já encontramos é que não existe apenas um culpado pela crise. Existem vários.

Para quem não é da área, o site Observatório da Imprensa tem muitos artigos interessantes para jornalistas. Neste, o autor explica como e por que os jornalistas financeiros têm uma pontinha de responsabilidade para a explosão da crise. (mais…)

Read Full Post »

doubtVocê sempre ouviu falar nos termos Copom, Selic e nunca entendeu o que significa? Seus problemas acabaram… 🙂

Na semana passada, o Copom reduziu a Selic em 1,5 ponto percentual como medida para evitar a recessão e estimular a economia. A taxa agora é 11,25%, o menor nível da história.

Mais importante que entender o que é a Selic (a taxa básica de juros da economia brasileira), é essencial saber o que muda quando a Selic está maior ou menor e qual é a intenção do Banco Central quando decide manter, aumentar ou reduzir a taxa.

Vamos lá: (mais…)

Read Full Post »

big-brotherEnquanto muita gente está apenas preocupada em quem é que vai para o paredão do BBB na semana que vem*, os políticos estão articulando assuntos que realmente interessam para a nossa vida. Quer exemplos?
– O governo negocia a prorrogação – ou não – da redução do IPI (nossa rimou, hein?)

– O Banco Central reduziu a taxa Selic em 1,5 ponto percentual

Esses são apenas dois, só da área econômica, de inúmeros exemplos de ações políticas e governamentais que REALMENTE interferem na nossa vida de alguma forma.

Eu sei que muitas vezes não damos atenção para essas coisas porque não entendemos direito o significado delas. IPI? Selic? Copom? São termos em economês que parecem difíceis, mas não são. (mais…)

Read Full Post »

divida2[Leia esse post em: http://www.interney.net/blogs/papoeconomico/2009/03/11/ipi_carro_em_80_vezes_e_o_nome_sujo_no_s/] Obrigada 🙂

Sei que já falei bastante sobre carros aqui. Mas informações sobre últimos levantamentos da inadimplência merecem ser debatidos. Meu pai diz que “rico quando deve é inadimplente. Pobre quando deve é caloteiro” hehehe… é triste, mas é fato que tá lotado de gente devendo na praça. Com dívidas em cima de dívidas sem conseguir pagar.

E adivinha justamente qual é o principal fator que fez elevar o número de pessoas inadimplentes? O financiamento de carros! Em janeiro, as linhas de financiamentos de veículos atingiram o maior índice de inadimplência desde que o Banco Central começou a medir, em 1991.

Todo mundo sabe que a crise atual elevou e muito o desemprego. Só que uns meses atrás ninguém nem pensava que essa crise ia vir. A economia estava em alta, o mundo era perfeito, havia crédito sobrando no mercado e todo mundo achava que podia comprar tudo o que quisesse (mais…)

Read Full Post »

1024754_piggy_bankVocê já sabe a importância de reservar um dinheiro para a poupança. Para nós que ganhamos pouco, essa é a única forma de conseguir alcançar algum sonho. Claro, sempre existe a opção de financiamento, empréstimo, parcelamento… Mas essas não são as formas mais inteligentes de atingir nossos objetivos.

A forma mais inteligente é investir seu dinheiro para chegar lá. E há vários modos de você investir. A gente pode conversar um pouquinho sobre as formas mais populares, o que acha?

Antigamente…

Você lembra quando as pessoas guardavam dinheiro debaixo do colchão? (mais…)

Read Full Post »

Older Posts »