Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mudança na poupança’

piggy_bankPronto. O governo já apresentou a proposta de mudança da poupança que eu já havia comentado aqui no blog. É importante saber o que está em jogo, o que pode ou não mudar.

Para começo de conversa, vamos acabar com essa história de que “o governo está metendo a mão na nossa poupança igual o Collor fez”. Isso não tem nada a ver! Esse boato é o que a OPOSIÇÃO, ou seja, dos partidos contrários aos do lado do governo, querem que a gente acredite. (Sempre fique esperto com esses “joguinhos” políticos que só atrapalham o desenvolvimento do país).

O que o governo propôs foi: tributar as poupanças com mais de R$ 50 mil aplicados. Tributar? É, começar a cobrar impostos. Você lembra nos posts que falei que a poupança começou a ficar mais atrativa que o CDB? Um dos motivos era porque a poupança não cobrava imposto. Agora pode cobrar.

Sinceramente, não vejo, até aqui, um problema tão grande assim. Na boa, (mais…)

Anúncios

Read Full Post »

968879_money_in_pocket_2Era para esse post ser o “Enquanto você assiste ao Big Brother [parte 2]”, porque fala sobre algo que o governo está articulando, que afeta diretamente nossa vida e nosso bolso e precisaria ter a nossa atenção e acompanhamento.

Conforme prometido no post “A Selic diminuiu. O que isso significa?” , vamos falar sobre a possível mudança na poupança que já está assombrando muita gente. E é pra assombrar mesmo.

–> Leia também: O que o governo vai mudar na poupança?

Seguinte: a poupança é um investimento que não sofre desconto do Imposto de Renda, nem tem taxa de administração cobrada pelo banco. Além disso, há um rendimento garantido de 6% ao ano (que pode até ser um pouquinho maior, mas nunca pode ser menor, porque está na lei). Logo, o dinheiro que você tem lá é garantido. Apesar de ser uma aplicação com rendimento baixo (se você descontar a inflação, o rendimento quase some:(), ele é certeza de não perder dinheiro*.

*Na verdade, um investimento na poupança pode fazer você perder algo chamado “custo de oportunidade”, que os especialistas caracterizam o dinheiro que você “deixou de ganhar” se tivesse aplicado em outro lugar mais lucrativo. Mas essa é outra história.

Por sua vez, outros tipos de investimentos, menos conservadores que a poupança, porém com possibilidade de rendimentos maiores, sofrem desconto de Imposto de Renda e de taxa de administração do banco, dentre outros descontos, que variam conforme a operação.

Muitas dessas aplicações tiram parte de seus rendimentos do mercado de ações. Por exemplo, um plano de previdência privada deposita parte de seu dinheiro em ações, parte em títulos públicos do governo. Com a crise, as ações caíram bastante no mercado. E ainda estão lá em baixo. Em consequência (mais…)

Read Full Post »